Gorila

Os “gigantes gentis”

Nome científico: Gorilla gorilla e Gorilla beringei

Dieta: Onívora, mas predominantemente herbívora, com variações entre as espécies e sazonalidades. Mais de 80% dos alimentos ingeridos são folhas, brotos e caules, seguidos por frutas e pequenos insetos.

Habitat: Florestas secundárias equatoriais nas regiões centro-ocidental e centro-oriental da África.

Maior dos grandes primatas, os gorilas são os “gigantes gentis” e demonstram muitas similaridades comportamentais com os humanos, como demonstração de alegria e tristeza. Compartilhamos com eles cerca de 98,3% de carga genética, o que os fazem serem nossos parentes evolutivos mais próximos depois dos chimpanzés e dos bonobos.

Os gorilas são classificados no gênero Gorilla e há duas espécies identificadas: o Gorila-do-Ocidente (Gorilla gorilla) e o Gorila-do-Oriente (Gorilla beringei). Cada uma delas têm duas subespécies, conhecidas como Gorila-ocidental-das-terras-baixas e Gorila-do-rio-Cross (ocidental, terras baixas) e Gorila das montanhas e Gorila-de-grauer (ou gorila-oriental-das-terras-baixas) (oriental).

Vivem um unidades familiares relativamente pequenas, podendo ir de 5 a 20 ou 30 indivíduos, excepcionalmente chegando a 50 ou 60 membros. Tudo gira em torno do macho dominante, que é um costa prateada (silverback). Caso tenham outros costas prateadas, estes assumem funções abaixo na hierarquia. O líder tem um vínculo forte com várias fêmeas, sendo a base da organização social do grupo.

Outra característica marcante é a taxa de natalidade baixa dos gorilas. Depois que a fêmea começa a reproduzir, geralmente da à luz a apenas um bebê, com intervalos entre 4 a 6 anos, aproximadamente o tempo em que os filhotes vivem com as mães. Isso faz com que a recuperação em situação de declínio populacional seja muito difícil.

 

Alerta vermelho

De acordo com a Lista Vermelha da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), as duas espécies  de gorilas estão classificadas como “Criticamente em Perigo” (Critically Endangered). Apesar de algumas evidências de recuperação terem sido registradas nos últimos anos, a população na natureza ainda está diminuindo. As principais ameaças são a destruição de seu habitat (desenvolvimento urbano, aquecimento global e atividades econômicas) e a caça furtiva para atividades ilegais.

 

Você sabia ?

A gorila Koko (1971-2018) ficou muito famosa por demonstrar sua inteligência e sensibilidade. Nascida em um zoológico nos Estados Unidos, Koko foi rejeitada pela mãe e passou então a ser acompanhada por pesquisadores. Ela aprendeu a Linguagem Americana de Sinais (equivalente à LIBRAS no Brasil) e tinha a capacidade de montar cerca de 1000 palavras diferentes para se comunicar com humanos. Também adorava cuidar de gatinhos, dando inclusive nomes para eles.